CONHEÇA NOSSA HISTÓRIA

A camaronesa Melanito Biyouha, nascida na cidade de Youndê, chega ao Brasil aos 33 anos e fica hospedada na casa da sua tia, na cidade de Brasília, Distrito Federal. Em Brasília, durante quatro anos, atuou como cabeleireira, destacando-se e conquistando uma sólida clientela tanto no salão de beleza quanto no atendimento a domicílio. O esmero e o gosto pelo trabalho bem elaborado, somados ao otimismo e persistência na construção do sonho por um mundo melhor são traços definidores da imigrante Melanito que se auto define destemida e corajosa. Após quatro anos de sua bem sucedida trajetória em Brasília, planejou um descanso para arejar as idéias e seguiu de férias rumo a São Paulo. Fascinada pela diversidade cultural da quarta maior cidade do mundo, Melanito decide permanecer em São Paulo. Inicialmente, Melanito experimentou um sentimento de despertencimento social nessa imensa cidade, constatando a falta de representatividade dos hábitos e costumes do continente africano, especialmente de seu querido país, Camarões. Ao perceber que o centro de São Paulo, era o local de moradia e de trabalho dos africanos, além de abrigar a Hospedaria de Imigrantes, Melanito enxerga nesse ambiente uma grande oportunidade de aglutinar forças e provocar encontros. Não! São Paulo não conhecia as belezas e maravilhas do país de origem de Melanito e de outros países do continente africano. Nem havia tantos lugares assim para o despertar dos encontros e para matar as saudades das origens apoiando-se uns aos outros. Pensando na culinária como uma autêntica expressão da identidade do seu povo - e sabendo-se conhecedora das técnicas, dos ingredientes e da diversidade dos pratos típicos do seu país, Melanito decide-se pelo seu mais novo empreendimento: um restaurante de cozinha tradicional camaronesa. Em fevereiro de 2008 inicia uma peregrinação pelo centro da cidade até encontrar um ponto comercial na Alameda Barão de Limeira, no bairro de Santa Cecília, para a instalação do restaurante típico de seu país de origem. A diversidade da culinária de Camarões, enfim, representada em São Paulo – chegou em forma dos cinco primeiros pratos típicos, incluídos no cardápio do restaurante que traz em sua marca comercial o nome da sua família: BIYUO’Z. Frequentado inicialmente pela comunidade africana, o restaurante Biyou’z, alguns meses depois teve o seu cardápio ampliado com a oferta de pratos típicos do Senegal, Congo, Angola, Nigéria e Tanzânia. A divulgação do restaurante Biyou’z foi realizada boca a boca no centro de São Paulo e aos poucos os paulistanos e turistas foram chegando. O surgimento das primeiras matérias na grande imprensa paulistana atraiu novos clientes que não costumavam frequentar o local, mas sentiram-se atraídos pela novidade. A Chef Melanito começa a ganhar reconhecimento e resolve, mais uma vez, ampliar as opções do cardápio, acrescentando pratos típicos de Moçambique, Marrocos, Costa do Marfim, Benin e Gana. Em 2014, ano da Copa do Mundo, Melanito foi surpreendida com o convite da embaixada camaronesa no Brasil para fazer a comida dos jogadores da seleção de Camarões durante o regime de concentração em Cariacica, no Espírito Santo. O restaurante Biyuo’z tem o cardápio traduzido para o inglês e fotos de todos os pratos, facilitando a escolha dos clientes. Melanito Biyouha, hoje, é uma consagrada Chef, a brindar a cidade de São Paulo com os ingredientes e costumes do continente africano, tão rico em sabores. O restaurante Biyuo’z é conhecido, também, pelo bom atendimento e simpatia da Chef Melanito e é considerado um ponto de encontro dos amantes da boa comida e recomendado pelos principais sites e blogs de culinária do Brasil.